sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Crescer dói. Amadurecer então...

Ninguém me ensinou que eu sou responsável pelas minhas próprias escolhas e pelo efeito que elas provocariam em minha vida. A gente aprende, aprende sim. Dizem que pessoas frágeis tem medo de crescer e encarar a realidade de frente. Não é isso. Eu só tenho medo de que esssa realidade não seja aquela que eu tanto esperei que fosse. Insegurança? Medo? Incapacidade? Não sei seriam essas as palavras adequadas para mostrar o que está passando nessa mente, nem nesse coraçãozinho. A razão me diz pra eu não ter medo e lutar pelo que eu quero, até mesmo porque ninguém vai fazer isso por mim. O coração tem medo, medo de olhar para o futuro e deixar todo aquele passado que me fez tão feliz. Não sei se essa 'sorte do orkut' tem realmente a ver com a nossa própria sorte, mas hoje ela me diz que eu não posso planejar o futuro pensando no passado. Tá certo que não. Mas e se for um passado gostoso, um passado bom, saudável?! Tá. Agora vamos olhar para os meus planos, os meus anseios, o que eu desejo pra mim. Eu só não quero errar nas minhas escolhas, eu quero que elas correspondam ao que realmente eu quero. Ninguém é feliz encima de sonhos frustrados. E pra mim isso não é diferente. Eu só quero chegar lá no futuro e ter orgulho de dizer: É, essa foi a MINHA escolha!

Um comentário:

Pimentinha disse...

perfeito!... me identifiquei com o final *-*